Cabeçalho imagem jogar matraquilhos debaixo de agua 920x425 - Em Portimão, Jogam-se Matraquilhos Debaixo de Água num Navio da Frota Subaquática

Em Portimão, Jogam-se Matraquilhos Debaixo de Água num Navio da Frota Subaquática

Chegou muito recentemente a Portimão o Navio Hidrográfico Comandante Almeida Carvalho. O curioso é que este navio vai ser afundado. Está tudo a ser preparado para que o evento ocorra a 21 de setembro. 

Este será o quarto e último navio da força armada portuguesa que vai fazer parte da frota subaquática do projeto Ocean Revival, que conta com um recife e um parque de mergulho. O projeto tem trazido milhares de mergulhadores de todo o mundo ao Algarve 

Todos ficam impressionados com a flora e fauna marinha que cobrem estes navios propositadamente afundados, e que criam uma experiência sensorial totalmente única. Os dois objetivos principais do projeto Ocean Revival são precisamente promover a biodiversidade e criar uma atividade turística como nenhuma outra. 

Post Imagem Jogar matraquilhos debaixo de agua 1024x576 - Em Portimão, Jogam-se Matraquilhos Debaixo de Água num Navio da Frota Subaquática

Antes do navio Comandante Almeida Carvalho, foram afundados o Patrulha Oceânico Zambeze, a Corveta Oliveira e Campo e a Fragata Comandante Capelo. As três embarcações tomaram rumo até ao fundo do mar juntamente com os seus motores imponentes e até com alguns beliches, cofres e secretárias. 

No que diz respeito ao último elemento da frota a fazer parte do mágico parque subaquático, levará consigo, imagine-se, uma mesa de matraquilhos. E sim, estará completamente perfeita para jogar. Os aventureiros mergulhadores poderão fazer uma pausa na sua exploração e defrontar-se numa partida entre os verdes e os encarnados. 

Para quem está apenas a olhar para a superfície das águas, será também possível saber onde se encontra o recife. O parque estará marcado com boias de sinalização a duas milhas da costa da Prainha do Alvor 

Pense só na experiência inacreditável que poderia usufruir ao visitar o mundo do Ocean Revival Project. E não se esqueça, enquanto faz de peixe, passe pela mesa de matraquilhos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *